Sunday, October 07, 2007

Sócrates estava certo

Quando eu lembro daquela expressão “Só sei que nada sei...” dita pelo filósofo grego Sócrates, cada vez mais concordo com ela.
Porque quanto mais se vive, mais ainda a gente tem que aprender.
Quando eu era pequeno, quer dizer, mais novo, que pequeno eu ainda sou; eu pensava que quando ficasse mais velho eu perderia certos medos, e alguns realmente sumiram, outros aumentaram de tamanho, mas em compensação aparecem várias outras categorias de medo, e das mais diferentes qualidades que poderiam existir.
Quando eu era mais novo, eu pensava que quando fosse adulto, ou pelo menos quando achasse que seria, eu não iria mais gostar de bolo, torta e de salgadinho elma chips, que nada, ainda gosto, embora sempre preferi o salgado a doce os bolos ainda fazem parte de meu paladar.
Quando eu era pequeno, eu pensava que quando tivesse certa idade tudo aconteceria automaticamente, por exemplo, faculdade=pegar diploma=trabalhar num emprego onde a gente ganha bastante que nem o pai da gente ganhava, ou pelo menos a gente achava que era bastante, porque sei lá que milagre ele fazia, mas ele conseguia ter dinheiro pra muita coisa, e quando eu comecei a trabalhar, olha, é difícil fazer o dinheiro parar no bolso e sempre sobra mês no final do salário.
Quando eu era criança, nada que uma noite de sono não fizesse recuperar o cansaço, a chateação de um dia na escola, ou aquela discussão com o amigo que ficou meio chato de repente, hoje em dia, minhas noites tem a metade do tempo que elas tinham antes, ou pelo menos as horas parecem que passam mais rápido.
Quando eu era novinho, eu achava que posições de destaque ou de sucesso eram dadas as pessoas que são mais bonitas, ou que falam melhor que as outras, ou as que se vestem melhor, mas eu sempre fui bonito, nunca tive medo de falar em publico e olha que modéstia parte eu falo até bem, e de coração eu até que me visto direitinho, mas eu descobri que certas posições de destaque são realmente conquistadas a duras custas mesmo ou então compradas por valores ou troca de favores, mas nesse ultimo caso, pode-se enganar uma pessoa por muito tempo, muitas pessoas por pouco tempo, mas nunca enganará todos por todo o tempo; ainda busco a minha posição, ou pelo menos luto por isso, se um dia merecer quem sabe ...
Quando eu era pequeno..... ta bom, eu ainda sou pequeno.... eu pensava, com 17 entro na faculdade, com 20 ou 21 me formo, com 25 me caso e com 30 já serei papai....
Sinceramente, nada disso aconteceu, caminhos sempre são escolhidos, uns certos outros errados, mas são escolhidos, nos resta continuar vivendo.
Quando eu era muleque, eu sonhava ter uma tal carreira, muita coisa mudou, em certos sonhos eu vivi por um tempo, em outros ainda vivo, mas nunca foi e nem será como a gente imagina ou imaginou, porque há sempre escolhas e divergências delas, acontece nas melhores famílias, na minha também aconteceu...
Por falar em família, a minha nunca mudou, sempre foram os mesmos, até onde isso é bom ou ruim, isso eu não sei dizer, só sei que nunca será perfeita, e isso me preocupa, me faz pensar em tentar arrumar algo ou lapidar alguma coisa, não somente pra se viver melhor, mas eu penso “e se um dia eu tiver a minha própria familia?” como farei?

Caminhar, pelos caminhos dessa vida, e esperar ver o que cruzará a minha frente.

Muitas coisas boas, situações e gente maravilhosa já apareceram na minha vida, umas vieram e se foram, umas nem pararam, mas outras eu tenho vontade de abraçar e segurar pra sempre de tanto que eu gosto, de tanto que eu amo, de tanto que eu quero fazer só o bem pra elas,

A vida é uma dedicação, seja a uma profissão, seja a uma carreira, seja a seus entes queridos, seja pra alguém especial...
Querer fazer o bem, sem esperar nada em troca.
Amar, sempre amar.....
Sabe, vivendo dia após dia, eu só aumento minha opinião, só sei que nada sei, pois ainda não aprendi tudo, e sabe o que é pior? Ou diria melhor? Nunca aprenderei nem eu nem você tudo da vida, porque até o ultimo dia da vida da gente, até o ultimo segundo, a gente ainda pode aprender algo, com alguém de perto, com alguém de longe, com um desconhecido, com uma situação...
Aprender, essa é minha vontade, aprender a entender também, porque muita coisa a gente aprende mas não entende tudo não, essa é a vida, sempre complicando mais do que a gente pode esperar.
Mas se me perguntarem, “Mas tu não aprendeu nada? Tu ainda não sabe nada ou muita coisa?”, eu responderia de muitas formas, umas mais explicadas ,outras resumidamente.
Dizer “só sei que nada sei” não é o pé da letra, mas quem sabe exprime o sentimento de estar pronto a aprender algo diferente, ou quem sabe o desejo maior de realmente querer aprender mais de tudo e de todos.

Muita coisa essa vida me ensinou, mas muita coisa mais ainda eu tenho que aprender.
Pressa? Sim eu tenho, muita, mas tudo tem seu tempo, pra tudo e pra todos.

E eu? O que eu sei disso tudo?

Olha sinceramente......

Eu só sei que nada sei......,


Frase do dia - " Deus escreve certo por linhas tortas..."

4 Comments:

Blogger fulana said...

Este texto me pareceu um pouco triste, frustrado. Espera estar enganada, tu tá bem? Fico feliz que tenha voltado a escrever. Espero que volte definitivamente, beijo.

6:10 PM  
Blogger Priscila Alves said...

Gostei do texto. Me identifiquei com ele.. eu sempre quero saber mais e me coloco humildemente frente às situações.

5:06 PM  
Blogger fulaninha said...

Queria te ler bem mais (w)

11:57 PM  
Blogger Dr Marlo Vinicios Duarte Lemos said...

Atualiza aí Polvani.....

5:42 PM  

Post a Comment

<< Home